Comando da PM e testemunha falam sobre o caso

Por volta das 17h45min da tarde deste domingo (03), o vigilante Hilário Barbosa da Silva, 41 anos, trocou tiros com uma guarnição da Polícia Militar de Carolina e foi baleado, após confusão iniciada no Bar do Dominguinhos, em frente à obra de construção de um hospital, no Bairro Sucupira.

Segundo testemunhas, Hilário Barbosa estava de serviço e foi ao bar, onde se meteu em uma confusão, quando entrou em luta corporal com algumas pessoas e ameaçando de atirar. Testemunhas informam ainda que procuraram tomar sem êxito o revólver de Hilário Barbosa. Quando a polícia foi acionada ele voltou para o local de trabalho. Após receber ordens dos policiais para entregar a arma, Hilário Barbosa atirou contra a guarnição da PM, que revidou e o alvejou, para em seguida acionar uma equipe do SAMU.

Hilário Barbosa foi levado para o Hospital Municipal de Carolina, de onde foi levado para a cidade de Imperatriz.

Segundo o comandante da 2ª Companhia de Policiamento de Carolina, capitão Rogélio, informou ao CIDADE EM AÇÃO, Hilário Barbosa usava um revólver calibre 32, e a ocorrência foi registrada como porte ilegal de arma de fogo e disparo contra a força de Segurança Pública.

Categories: CAROLINA