Regis Sousa foi entregue à Delegacia de Polícia Civil e já se encontra à disposição da Justiça do Maranhão

A Polícia Militar prendeu Regis Sousa Santana, 32 anos, às 4 horas da madrugada deste domingo (14), na Fazenda Sítio Novo, nas proximidades do município de Babaçulândia (T0). Regis Sousa é acusado de matar, na última quinta (11), a companheira Arlene Neves de Sousa, 23 anos, moradora do Bairro Brejinho em Carolina.

Conforme o comandante da 2ª Companhia de Policiamento de Carolina, capitão Rogélio, a polícia buscou incessantemente capturar o acusado do assassinato de Arlene Neves. “Garantimos que o prenderíamos e assim o fizemos”, disse o comandante ao CIDADE EM AÇÃO.

Regis Sousa foi entregue à Delegacia de Polícia Civil e já se encontra à disposição da Justiça do Maranhão. Ainda conforme o comandante da PM, Regis Sousa alegou que teve briga corporal com Arlene Neves e com o irmão dela, o que alega também ser o motivo de ter sido encontrado com algumas lesões no rosto.

NOTA DA REDAÇÃO: Conforme a Lei de Abuso de Autoridade (13.869/2019), a polícia fica proibida de divulgar o rosto do acusado sem o desfoque acima. Segundo a mesma lei, a pena para quem a descumprir é de até quatro anos de prisão.

Categories: CAROLINA