População promete fechar rodovia em protesto

Centenas de funcionários do Hospital Geral de Matões do Norte – 151 km de São Luís – foram demitidos na manhã desta sexta, dia 1º de fevereiro, o que provocou protestos da população da cidade, que ateou fogo em pneus e prometem fechar a rodovia que corta a cidade. Convocação para manifestação em frente ao hospital está sendo realizada pelas redes sociais.

O Hospital Geral de Matões do Norte, de responsabilidade do Governo do Maranhão, é administrado pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH) foi construído em 2014 para ser referência no tratamento de traumas e cirurgias emergenciais para a população de 14 municípios do entorno.

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado do Maranhão repudiou a demissão dos funcionários e informou que algumas pessoas que se identificaram como funcionários da EMSERH entraram na unidade de saúde, trancaram as salas, suspenderam o atendimento de todos os pacientes, mandaram todos os funcionários para casa e anunciaram que todos estariam demitidos.

Protesto contra demissão de funcionários do Hospital Geral de Matões | Foto: Redes Sociais

Com informações do Imirante.com

Categories: ESTADO