Operação do MPMA com a Polícia Civil do MA e GAECO do MP do Paraná

A Polícia Civil e o Ministério Público do Maranhão deflagraram, na quinta (29) a Operação Alferes nas cidades de Grajaú e Imperatriz – no sul do estado – e na cidade de Maringá (PR). Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão.

Dois policiais militares foram presos temporariamente e um outro indivíduo, todos suspeitos de participação em crime de tentativa de homicídio na cidade de Grajaú em abril deste ano. O suposto mandante do crime reside em Maringá, no Paraná – onde a polícia também realizou ação.

A operação teve ainda o objetivo de juntar elementos que possam acrescentar fatos novos à investigação sobre crime agrários.

A polícia apreendeu quatro armas de fogo sem registro e sem permissão, o que levou ao registro de três autos de prisão em flagrante. Celulares e documentos foram também apreendidos.

A Operação Alferes foi executada em conjunto pelo Ministério Público do Maranhão, por meio da 1ª Promotoria de Grajaú e Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), e Polícia Civil do Maranhão, através dos Grupos de Pronto Emprego das cidades de Imperatriz, Timon e Caxias, da Superintendência de Polícia Civil do Interior, bem como equipe da Senarc de Timon. Em Maringá, a operação contou com o apoio do Gaeco do MP paranaense.

Com informações CCOM-MPMA e da Polícia Civil do Maranhão.

Categories: ESTADO