Estelionatários aplicaram o mesmo tipo de golpe em outras pessoas

Na tarde da última quinta-feira (16.09), uma mulher, que não quis se identificar, compareceu na 16ª Delegacia Regional de Polícia Civil para relatar que caiu em um golpe ao contratar um serviço para construção de um ponto comercial em Bacabal.

Ela afirma que assinou o contrato, efetuou um pagamento de R$ 19.800 e aguardou até o mês de novembro do ano passado, data em que, de acordo com os representantes da construtora, a obra estaria pronta.

Contudo, o tempo foi passando e nada ocorreu na construção. Ao entrar em contato com o construtor, a mulher recebeu a resposta de que as obras haviam sofrido atraso devido à pandemia. Desde então, outros prazos foram estipulados, mas nunca cumpridos.

Desde agosto deste ano, a mulher não consegue mais entrar em contato com os representantes da empresa, que sempre visualizam as suas mensagens, mas nunca respondem. Com isso, a vítima decidiu procurar a polícia para tentar reaver o dinheiro gastou.

Além deste caso, há informações de ocorrências semelhantes envolvendo a mesma empresa.

Com informações da TV Difusora Bacabal

Categories: ESTADO