Cidade Em Ação
Powered by Conduit Mobile

PERSEGUIÇÃO: Com base em fofoca, prefeito de Carolina ameaça corte de aposentadorias

MANDATO DE NOTIFICAÇÃO AMEAÇA CORTE DE APOSENTADORIAS MANDATO DE NOTIFICAÇÃO AMEAÇA CORTE DE APOSENTADORIAS FOTO: REPRODUÇÃO

Ministério Público e Defensoria Pública são a salvação a esperança do carolinense. E somente só!

 

Sem obras que efetivamente beneficie o carolinense, passados 11 meses de governo Erivelton Neves, do Solidariedade, que propaga obras mal feitas do governo do estado como suas, o gestor mostrou que veio apenas para ações seguidas de perseguição a servidores ativos e aposentados. Além do atraso constante do pagamento de contratados, a retirada do adicional de insalubridade do servidores da Saúde, da insistência em cortar na Justiça a gratificação de 222% do funcionalismo com nível superior, da relação de demissão de concursados já divulgada, denúncias de recebimento de intimação realizada oficialmente pelo advogado da Prefeitura de Carolina são agora o novo tormento de quem se dedicou durante anos a servir à comunidade.

Em um dos Mandatos de Notificação emitidos pela Procuradoria do Município ameaçando cortar o benefício de um servidor aposentado, um detalhe chamou à atenção. Como alegação para a notificação uma espécie de fofoca foi descrita no documento. “Tal fato justifica-se em razão de ‘informações que chegaram’ ao nosso conhecimento...”. Informações que chegaram é a mesma coisa que “estão falando por aí”. Tais informações seriam de que o cidadão tem duas aposentadorias. Ele tem sim, mas ambas legalmente conquistadas por direito e trabalho realizado. Uma por idade no INSS e outra por tempo de serviço na Prefeitura de Carolina, contribuindo para poder ter o atual direito.

Após representante legal buscar orientação na Prefeitura e ter informação de que seria apenas um recadastramento – apesar de garantir já ter sido recadastrado duas vezes em 2017 – um dos intimados foi ao Ministério Público, que abriu procedimento para investigar a ação da Prefeitura de Carolina.

NOTA DA REDAÇÃO: O único caminho para se trilhar em buscar de Justiça em Carolina é através do Ministério Público ou da Defensoria Pública. Só!  

Ler 361 vezes
Avalie este item
(1 Votar)
Publicado em OPINIÃO

Conecte-se conosco

Style Setting

Fonts

Layouts

Direction

Template Widths

px  %

px  %