Cidade Em Ação
Powered by Conduit Mobile

ABSURDO: Alunos em risco e contratos de quatro milhões para transporte escolar em Carolina

SITUAÇÃO PRECÁRIA DE ÔNIBUS ESCOLAR COLOCA VIDAS EM RISCO SITUAÇÃO PRECÁRIA DE ÔNIBUS ESCOLAR COLOCA VIDAS EM RISCO FOTO: CIDADE EM AÇÃO

Situação de ônibus escolar é insulto aceito pelas autoridades do Maranhão

 

Motor aquecendo, pneus recapados e muito velhos soltando partes, freio somente em uma rodas, perda de aceleração, para-brisa quebrado, vidro lateral coberto com plástico, janelas amarradas com arame. Essa é a situação visível do ônibus do transporte escolar que trafega diariamente com 60 alunos, professores, diretora e vigias da Unidade Escolar Adalberto Ribeiro, na região da Taboquinha, zona rural do município de Carolina – 614 km ao sul de São Luís do Maranhão. Se os órgãos de fiscalização tivessem interesse em conferir mais a fundo as irregularidades do veículo, verificariam ainda que não há cinto de segurança, as portas do veículo não fecham com segurança, feixe de molas quebrados, além de detalhes que somente mecânicos podem encontrar os defeitos, mas que todos juntos estão colocando em risco a vida de quem necessita utilizar o veículo.

O PROBLEMA É A LIGA. O problema não é recente. Poucos dias após o início do período letivo uma denúncia foi protocolada oficialmente na Secretaria de Educação. Nenhuma providência foi tomada. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi consultada no dia 08 de março sobre que tipo de fiscalização é realizada no trecho da BR-230, por onde o ônibus caindo aos pedaços trafega. 70 dias depois a PRF não apresentou resposta.

Apesar do descaso total e completo, no último dia 09 de maio venceu o CONTRATO Nº 004/2017-DC/PMC, assinado entre o secretário de Educação José Ésio de Oliveira Silva e a empresa BELLO MONTE EMPREENDIMENTOS TRANSPORTES E SERVIÇOS LTDA, CNPJ nº

10.452.765/0001-16, no valor de R$ 1.458.132,00 (um milhão quatrocentos e cinquenta e oito mil e cento e trinta e dois reais) para execução do serviço de locação de veículos para o transporte escolar. No próximo dia 09 de junho vencem os contratos também assinados por José Ésio de Oliveira Silva com as empresas COSTA NETO CONSTRUÇÕES LTDA-ME, CNPJ nº 02.772.763/0001-86, no valor de R$ 1.509.944,04 (um milhão, quinhentos e nove mil, novecentos e quarenta e quatro reais e quatro centavos), e da empresa GCS EQUIPAMENTOS E CONSTRUÇÕES LTDA, CNPJ nº 08.463.169/0001-90, no valor de R$ 1.508.004,00 (um milhão quinhentos e oito mil e quatro centavos), totalizando R$ 4.473.080,04 (quatro milhões, quatrocentos e setenta e três mil, oitenta reais e quatro centavos), alvos de investigação do Ministério Público Federal (MPF) e Corregedoria Geral da União (CGU), após denúncia protocolada pelo vereador Ernesto Nascimento (PRB) e que completará um ano em agosto.

ACIDENTE COM ALUNO. No último dia 03 de maio completou um ano que o menor Josué Silva Pereira, 14 anos, conhecido por Duda, morador da Fazenda Santa Maria, aluno da Unidade Escolar Nova Carolina, caiu de um Volkswagen Kombi, que trafegava de portas abertas na estrada vicinal do Assentamento Canto da Lagoa - 08 km da BR230. O motorista não parou para dar assistência, deixando o menor na estrada vicinal. Até o fechamento deste artigo, não há informações de quaisquer atenção dada ao aluno pela empresa contratada para o serviço do transporte escolar naquela região. Duda sofreu vários ferimentos graves e teve que ser levado pela família para tratamento na cidade de Imperatriz. [CLIQUE AQUI PARA VER MAIS]

VEJA MAIS IMAGENS DO VEÍCULO:

Sistema de molas quebrado

Luz indicativa de aquecimento do motor do veículo

Ler 502 vezes
Avalie este item
(1 Votar)
Publicado em ESTADO

Conecte-se conosco

Style Setting

Fonts

Layouts

Direction

Template Widths

px  %

px  %