Cidade Em Ação
Powered by Conduit Mobile

MARANHÃO: Aeroporto reinaugurado não recebe aeronaves de autoridades presentes na festa

FLÁVIO INAUGURA, AO LADO DE CONSELHEIRO DO TCE, INAUGURA AEROPORTO QUE NÃO ATENDE DEMANDA REGIONAL FLÁVIO INAUGURA, AO LADO DE CONSELHEIRO DO TCE, INAUGURA AEROPORTO QUE NÃO ATENDE DEMANDA REGIONAL FOTO: REPRODUÇÃO

Conselheiro do TCE participa de festa eleitoreira

 

O governador Flávio Dino inaugurou, nesta quarta (22), a reforma do Aeroporto de Balsas – 578 km de São Luís – com a presença do ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, e do Tribunal de Contas da União (TCU), Raimundo Carreiro. Extraordinariamente, as duas autoridades federais não puderam realizar o voo direto de Brasília ao local do evento. Foram obrigados a trocar de aeronave no Aeroporto de Carolina – 177 km de Balsas, porque mesmo reinaugurado o aeroporto não tem capacidade técnica para aeronaves de médio e longo porte.

O município de Balsas, no sul do Maranhão, com 85 mil habitantes, é o polo regional da produção de soja, além de local dos grandes empreendimentos do setor. Nem por isso, tem recebido a atenção que essa potencialidade merece, mesmo tendo o secretário de Agricultura do Maranhão, Márcio Honaiser, como um dos empreendedores locais.

O agronegócio, um dos propulsores dos índices econômicos do estado, ao contrário do que se espera de gestores sérios, tem sofrido para escoar a produção. As estradas estaduais, por exemplo, tem sido reformadas pelos próprios produtores rurais, assim pagando duplamente seus impostos. [Veja vídeo]

Nas véspera da inauguração da reforma do aeroporto, a cantora Marília Mendonça também trocou de aeronave em Carolina, em voo direto de São Paulo, para poder chegar a Balsas para show na noite de quarta (21).

Mais extraordinariamente ainda, na inauguração da reforma, foi a presença do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, Whasignton Oliveira. Ele que deve julgar se os recursos estaduais investido na obra que não atende a grande demanda da região foi realmente aplicada corretamente. Pode não ser ilegal, mas é imoral. Quem pagou sua viagem? O dinheiro do contribuinte?

 

Ler 559 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Publicado em ESTADO

Conecte-se conosco

Style Setting

Fonts

Layouts

Direction

Template Widths

px  %

px  %