Cidade Em Ação
Powered by Conduit Mobile

ESTREITO: Léo Cunha solicita recursos para o não fechamento da UPA

DEPUTADO ESTADUAL LÉO CUNHA LUTA PARA NÃO PERMITIR FECHAMENTO DE UPA EM ESTREITO DEPUTADO ESTADUAL LÉO CUNHA LUTA PARA NÃO PERMITIR FECHAMENTO DE UPA EM ESTREITO FOTO: REPRODUÇÃO

Prefeitura de Estreito não tem mais condições de arcar com as despesas da unidade sozinha

 

Durante discurso na tribuna na manhã de terça-feira (24), o deputado estadual Léo Cunha (PSC) fez um apelo ao governador Flávio Dino (PCdoB) para que sejam destinados recursos para o custeio da Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24 horas do município de Estreito.

De acordo com o parlamentar, a UPA, inaugurada no dia 11 de maio será fechada no próximo dia 30 de outubro por falta de recursos estaduais e federais. Léo Cunha explicou que a Prefeitura de Estreito não tem mais condições de arcar com as despesas da unidade sozinha, como vinha fazendo.

“Uma UPA que tem aproximadamente 100 funcionários, custa em mensalidade para o município aproximadamente R$ 400 mil reais. Hoje venho em nome do povo de Estreito, pedir ao governador Flávio Dino que interfira nesse assunto, que não deixe fechar uma UPA, porque a mesma é muito significativa para a saúde na entrada do Maranhão”, pediu.

O deputado ainda citou o bom trabalho que o prefeito Cicero Neco (PMDB) e os vereadores vem desempenhando no município, mesmo em condições desfavoráveis como os problemas na UPA.

“O povo de Estreito não pode perder essa UPA, pois, a unidade de atendimento que tinha no hospital está em reforma e a cidade de Estreito não pode pagar esse preço. Então deixo o meu pedido ao governador, ao secretário Carlos Lula, vamos resolver essa situação, colocar a unidade para continuar funcionando, faço esse pedido porque acredito em sua gestão”, solicitou o deputado Léo Cunha.

Ler 177 vezes
Avalie este item
(1 Votar)
Publicado em ESTREITO

Conecte-se conosco

Style Setting

Fonts

Layouts

Direction

Template Widths

px  %

px  %