Cidade Em Ação
Powered by Conduit Mobile

CAROLINA: Denúncia de corrupção e descaso no Posto de Saúde do Bairro Ticoncá

PSF TICONCÁ: DESCASO TOTAL DO PREFEITO ERIVELTON NEVES PSF TICONCÁ: DESCASO TOTAL DO PREFEITO ERIVELTON NEVES FOTO: CIDADE EM AÇÃO

Gestão fraudulenta impede benefícios para a comunidade

 

Nos 14 meses de governo Erivelton Neves, do Solidariedade, a Saúde de Carolina recebeu do Governo Federal R$ 7.540.295,61, conforme consulta realizada no sistema do Fundo Nacional de Saúde (FNS). Sabendo desses valores, moradores do Bairro Ticoncá procuraram o CIDADE EM AÇÃO para denunciar o descaso como a atual gestão municipal vem tratando o Posto de Saúde Manoel Firmino de Moura, o PSF TICONCÁ. São denúncias graves e que devem se tornar alvo de mais uma investigação do Ministério Público.

Conforme os moradores, apenas o médico cubano José Luís Alvarez Soria e a enfermeira Letícia Veiga estão realmente trabalhando no local. “Na verdade, tem mais uma pessoa, mas ele vive de licença, apesar de vermos ela quase diariamente em festas e pousando em eventos para fotos das redes sociais”, informou um dos moradores.

A gravidade da denúncia é constatada na consulta ao Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde. Conforme o CNES, o Posto de Saúde Manoel Firmino de Moura tem cadastrado como profissionais VALERIA MEDEIROS BANDEIRA BEZERRA, MARIA DO SOCORRO BEZERRA DA SILVA, LIDIANE TAVARES MACHADO, LETICIA TAVARES VEIGA, KARLA DO NASCIMENTO ARAUJO, JOSE LUIS ALVAREZ SORIA, JOELMA SOUSA DA SILVA, CATIA CAROLINA DE SOUSA RAMOS, CAROLINE DA SILVA CARVALHO, BELCINA ARAUJO DE MORAIS, relativas às funções exigidas pelo Ministério da Saúde para as funções obrigatórias nas unidade do Programa da Saúde da Família, tais como médico, enfermeira, técnico de enfermagem, agentes comunitários de Saúde, entre outras funções para que os recursos em torno de R$ 16 mil mensais sejam recebidos do Governo Federal. Ou seja, a equipe que deveria realmente trabalhar no PSF Ticoncá se encontra completa no CNES apenas para que a Prefeitura recebe o dinheiro do Governo Federal.

“A enfermeira tem trabalhado por 10 pessoas. Tem de buscar medicamentos e vacinas em seu próprio veículo na Secretaria de Saúde. Tem de comprar até água para beber, sem esquecer que nem um ventilador está funcionando. Nossa comunidade é pequena e não tem como a gente deixar de observar isso”, disse uma moradora do bairro.

GESTÃO FANTASMA. Ampliando as buscas por informações da Saúde em Carolina, facilmente se localiza o contrato no valor de R$ 3.294.240,00 (três milhões, duzentos e noventa e quatro mil, duzentos e quarenta reais), através do qual o prefeito Erivelton Neves paga a uma empresa fantasma para supostamente gerenciar as atividade da Saúde em Carolina.

Na sessão da Câmara de terça (24), o vereador Fernando Filho (PMN) denunciou mais uma vez a existência do contrato fantasma com a empresa gestora da Saúde. “Estão sendo pagos R$ 250 mil por mês o que daria para pagar em torno de dez médicos especialistas. O carolinense não merece estar sendo tratando com tanto descaso”, disse.

VEJA ABAIXO OS DADOS OFICIAIS:

Clique aqui para ver os recursos destinados à Carolina em 2017

Clique aqui para ver os recursos destinados à Carolina em 2018

Clique aqui para ver a relação de profissionais da Saúde do PSF TICONCÁ

Clique aqui para ver o Extrato do Contrato da Gestão da Saúde

Ler 683 vezes
Avalie este item
(1 Votar)
Publicado em CAROLINA

Conecte-se conosco

Style Setting

Fonts

Layouts

Direction

Template Widths

px  %

px  %