Cidade Em Ação
Powered by Conduit Mobile

CAROLINA: Ex-prefeito fala sobre acordo de obras finalizadas firmado com o CESTE

EX-PREFEITO UBIRATAN JUCÁ FALA SOBRE ACORDO COM O CESTE EX-PREFEITO UBIRATAN JUCÁ FALA SOBRE ACORDO COM O CESTE FOTO: REPRODUÇÃO

Acordo assinado em 2014 ainda repercute quando a pauta é o Consórcio Estreito Energia

 

O ex-prefeito de Carolina Ubiratan Jucá (PMDB), citado no artigo VEREADOR DENUNCIA ACORDO PARA ISENTAR CESTE DE OBRAS MAL FEITAS, fala sobre o teor do acordo assinado com o Consórcio Estreito Energia (CESTE), em janeiro de 2014.

“Quanto ao acordo celebrado com o CESTE tenho a informar o seguinte:

Com uma simples leitura do texto do acordo, desprovido de qualquer sentimento revanchista, ou politiqueiro, facilmente se percebe que o mesmo trata unicamente do recebimento da obra realizada nas cabeceiras da referida ponte, que foram levadas pelo excesso de água em razão das fortes chuvas no início do ano de 2013. Como é de conhecimento público, a ponte sobre o rio Urupuchete foi construída, entregue e recebida nos anos de 2009/2010. Em razão da destruição de suas cabeceiras, no ano de 2013, procurei o Consórcio CESTE, e após várias conversas e reuniões conseguimos que a obra de reconstrução das cabeceiras fossem realizadas, inclusive com reforço das estruturas de segurança do aterro. O Termo de Acordo citado apenas atesta a realização e o recebimento da obra, e só foram feitos após vistoria técnica dos engenheiros. Quanto ao item que diz que o CESTE fica isento de qualquer responsabilidade sobre a obra, isso se deu em razão do reconhecimento de que a obra foi realizada e estava apta a ser usada, como todos puderam atestar. Legalmente, se houvesse qualquer inconsistência técnica na obra a responsabilidade subsistiria, até por força de lei. Quanto à manutenção da obra pelo Município, seria uma cláusula até dispensável, pois a responsabilidade de manutenção de pontes e estradas nos limites do Município cabe a este. Portanto, não há nada que impeça o atual gestor de Procurar o Consórcio CESTE, como fizemos em 2013, ou qualquer outra empresa, e tentar soluções para a reconstrução da obra. Jamais agiria com irresponsabilidade no trato da busca de soluções dos problemas de nosso Município. Infelizmente, os vereadores que levaram esse tema para Câmara Municipal, não tiveram o cuidado de fazer uma leitura isenta e detalhada de todo o acordo, e tiraram conclusões precipitadas, que não refletem a verdade dos termos do acordo. Fico à disposição dos mesmos, e de quem se interessar, para quaisquer informações”.

Ler 643 vezes
Avalie este item
(1 Votar)
Publicado em CAROLINA

Conecte-se conosco

Style Setting

Fonts

Layouts

Direction

Template Widths

px  %

px  %