Imprimir esta página

CAROLINA: Moradora do Centro denuncia descaso e possível fechamento do PSF José Queiroz

FECHAMENTO DA UNIDADE NÃO CONSTA NO CNES FECHAMENTO DA UNIDADE NÃO CONSTA NO CNES FOTO: REPRODUÇÃO

Governo Federal repassa mensalmente em torno de R$ 12.000,00

 

Uma moradora das proximidades do PSF José Queiroz, na Praça do Estudante, que pede para não ser identificada, denuncia que o prefeito e médico Erivelton Neves, do Solidariedade, pretende fechar o posto de saúde e levar o atendimento para o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), na Rua Santos Dumont. Perguntada se houve anúncio do fechamento do PSF, a moradora informou que fora anunciado, apesar de no site oficial da Prefeitura de Carolina não constar informações sobre o assunto.

Criado durante a gestão do ex-prefeito João Alberto Martins Silva – 06/07/2006 – o Programa Saúde da Família (PSF) José Queiroz consta no Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES), do Ministério da Saúde como em pleno funcionamento. A última atualização do sistema ocorreu no último dia 09 de fevereiro, constando que o Posto de Saúde deve funcionar de segunda a sexta-feira, das 07:30 às 17:30 horas.

RECURSOS. Conforme o Ministério da Saúde, “as equipes são compostas, no mínimo, por um médico de família, preferencialmente generalista, um enfermeiro, um auxiliar de enfermagem e seis (6) agentes comunitários de saúde. O número de agentes deverá ser suficiente para cobrir 100% da população cadastrada, com um máximo de 750 pessoas por agente comunitário e de 12 agentes por equipe de Saúde da Família. Quando ampliada, o PSF deve conta ainda com: um dentista, um auxiliar de consultório dentário e um técnico em higiene dental. Para a manutenção da equipe de cada unidade de saúde do mesmo programa, o Governo Federal repassa mensalmente em torno de R$ 12.000,00.

ABSURDO. “Mas eu acho um absurdo o prefeito querer tirar o postinho do José Queiroz daqui da Princesa Isabel. Aqui tem muitos idosos que precisam deste posto aqui. Tem idoso que tem dificuldade para caminhar e que por ser perto vai sozinho no posto pra pegar medicação pra pressão. Longe eles não vão. O postinho só precisa de uma pequena reforma nada mais. Isto é um absurdo eles querer fazer isto aqui, tem mais de 20 idosos que precisam do posto de saúde”, diz a moradora via aplicativo de rede social.

A moradora diz ainda que o PSF José Queiroz serve ainda aos moradores da Adalberto Ribeiro, da Beira Rio, da Rua do Petróleo e outras ruas do centro de Carolina.

Ler 628 vezes
Avalie este item
(1 Votar)
Publicado em CAROLINA
Cidade em Ação

Mais recentes de Cidade em Ação

Itens relacionados (por tag)