Cidade Em Ação
Powered by Conduit Mobile

CAROLINA: Servidores municipais massacrados e desvalorizados pela Renovação

PREFEITO RETIRA DIREITOS DE SERVIDORES MAIS UMA VEZ PREFEITO RETIRA DIREITOS DE SERVIDORES MAIS UMA VEZ FOTO: REPRODUÇÃO

Economia com retirada de direitos não se traduz em obras

 

No momento em que a Secretaria de Educação tem dificuldades para planejar o início do ano letivo dado o número elevado de diretores de escolas deixando os cargo, a falta de valorização dos servidores é mais uma vez demonstrada pelo prefeito Erivelton Neves, do Solidariedade. Retirada de direitos constitucionais indexados aos salários é realizada sem qualquer justificativa legal, a exemplo do que ocorreu com o funcionalismo da Saúde, que entra no sexto mês sem receber o adicional de insalubridade.

Uma auxiliar de serviços gerais, lotada na Secretaria de Educação, com salário de R$ 994,00, após descontos de empréstimo consignado e do IMPRESEC, teve seu salário reduzido em R$ 117,44, após a retirada do seu contracheque dos valores correspondentes ao quinquênio e ao salário família. Ela informou ao CIDADE EM AÇÃO que não recebeu justificativa da Secretaria de Educação.

Somente com o corte do adicional de insalubridade, o prefeito já “economizou” cerca de R$ 530 mil, que não foram revertidos em ações e obras que minimamente justificassem a retirada dos direitos dos servidores.

Ler 1056 vezes
Avalie este item
(1 Votar)
Publicado em CAROLINA

Conecte-se conosco

Style Setting

Fonts

Layouts

Direction

Template Widths

px  %

px  %