Atual prefeito pode impor terceira derrota consecutiva ao principal grupo de oposição

As lideranças políticas de Filadélfia (TO) começam a refletir sobre a montagem do processo eleitoral do próximo ano, quando estarão em disputa os cargos de prefeito e vereador. É inegável que, apesar de algumas críticas, o atual gestor Mizor Alencar (MDB) é forte postulante e pode muito bem chegar à reeleição em 2020, uma vez que vai para o embate bastante fortalecido com apoio financeiro de convênios federais e estaduais para obras importantes no município.

Na sua gestão, Mizor conta com apoio decisivo, de deputados que abriu as portas de ministérios e órgãos federais e estaduais, facilitando o acesso do gestor municipal, sanando alguns impedimentos e liberando recursos que já vinham sendo pleiteado há algum tempo, a exemplo convênio de mais de 10 milhões para pavimentação urbana. Essa parceria administrativa facilitou para que o prefeito continuasse as obras planejadas. VEJA VÍDEO ABAIXO!

Mizor surge como favorito nas Eleições 2020, por méritos próprios e muito mais pela desorganização e desunião que tomou conta dos grupos que lhe fazem oposição. 

O município hoje possui quatro grupos de oposição: o do dentista Mário Paiva, o do ex-prefeito Edimilson, o do ex-prefeito Carlos Martins e o grupo do empresário Pedro Iran, considerado principal grupo de oposição e que se encontra divido.

O grupo do Pedro Iran, coordenado por Dalcivan Rocha, que foi candidato na eleição passada obtendo 129 votos, tenta emplacar a pré-candidatura de seu aliado Davi Bento a prefeito. O pré-candidato é o nome mais fraco dentro do grupo, uma vez que tem grande rejeição entre seus membros e um desgaste muito grande com a população, facilitando assim a reeleição de Mizor.

Em uma reunião do grupo, no sábado, no último dia 30, segundo um dos participantes, Dalcivan Rocha tentou mais uma vez impor a pré-candidatura de Davi Bento, o qual gerou uma grande debandada dos principais membros do grupo. Tendo como principais baixas a ex-candidata a prefeita Neide Aparecia, que obteve 1.962 votos eleição passada, e o empresário Pauleron Dias, que e representante do deputado Issam Saado (PV) no município.  As lideranças políticas e empresários municipais não aceitam a imposição de candidato ao grupo.

E nisso, o prefeito Mizor vai fazendo seu trabalho que, pelo visto, pode lhe garantir a continuidade no cargo impondo assim pela terceira vez consecutiva a derrota do grupo do empresário Pedro Iran em Filadélfia (TO).

Do correspondente local

Tags:
Categories: OPINIÃO