Prisão de policial militar por se recusar a trabalhar fora do horário de serviço repercute no país

A militante do PCdoB e ex-candidata a vice-presidente, Manuela D’Avila usou o Twitter [@ManuelaDavila] para criticar duramente a Polícia Militar do Maranhão após publicação do UOL sobre a prisão, no último dia 05, da policial militar Tatiane Alves por ter que amamentar sua filha e por isso se recusar a permanecer de serviço fora do horário. (VEJA VIDEO ABAIXO)

“Já imaginou ser detida por 24h após se recusar a ultrapassar seu horário de serviço porque seu filho te espera para ser amamentado? Foi o que aconteceu com Tatiane Alves, soldada da PM do Maranhão, ao reusar exceder seu horário de plantão para alimentar o filho”, tuitou Manuela.

Possivelmente, sem lembrar que o governador do Estado do Maranhão, Flávio Dino, é seu companheiro de lutar nas trincheiras da esquerda, Manuela disse mais: “Mais um exemplo de como a maternidade é inviabilizada nos espaços de poder. Até quando? ”.

Tuítada de Manuela D’Ávila | Fonte: Twitter
Categories: BRASIL ESTADO