Recursos para o combate ao coronavírus no Maranhão já somam mais de R$ 1 milhão

O Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA) e a Justiça do Trabalho (JT) destinaram R$ 189 mil para o enfrentamento da pandemia pelo novo coronavírus (Covid-19) na cidade de Carolina (MA). O montante é fruto de uma ação de execução por quantia certa, após o descumprimento de um termo de ajuste de conduta (TAC).

Os recursos foram destinados ao Fundo Municipal de Saúde de Carolina e serão utilizados para aquisição de dois ventiladores pulmonares e equipamentos de proteção individual (EPI’s) para os profissionais de saúde, como toucas, aventais, luvas, álcool 70% e álcool em gel.

A destinação foi homologada na última segunda-feira (30) pelo juiz titular da vara do Trabalho de Estreito Maurílio Ricardo Néris, que atendeu, em caráter de urgência, à soliticação da procuradora do MPT-MA Fernanda Mauri Furlaneto. Foi concedido prazo de 30 dias para que o município de Carolina comprove a aquisição dos equipamentos.

Mais de R$ 1 milhão para o combate ao coronavírus no MA

Esta é a terceira destinação do MPT-MA para o enfrentamento do coronavírus no Maranhão. Só no mês de março, o órgão ministerial destinou mais de R$ 1 milhão para compra de equipamentos de proteção individual e de aparelhos de ventilação pulmonar para os municípios maranhenses de Imperatriz, Porto Franco, Estreito e Carolina.

Para que servem os respiradores

Os ventiladores de ar médicos são equipamentos que ajudam as pessoas com dificuldades respiratórias, como ocorre com os pacientes que contraem a Covid-19 e apresentam quadros clínicos graves. Esses aparelhos levam o ar por um tubo na traqueia dos pacientes aos pulmões. Sem esse procedimento, os pacientes podem morrer.

Para que servem os EPI’s

De acordo com a Norma Regulamentadora NR 6, é considerado Equipamento de Proteção Individual todo acessório ou produto de uso individual utilizado pelo trabalhador que tem como finalidade protegê-lo de riscos ou ameaças à segurança e à saúde no trabalho.

Do MPT-MA

NOTA DO BLOG | O povo de Carolina espera que estes recursos, como também os recursos federais para a mesma causa, não sejam distribuídos entre as empresas fantasma que vence todas as licitações no governo Erivelton Neves, da Renovação, e acabe em festas e viagens.

Categories: CAROLINA