Parlamentares torraram R$ $ 126.467,28 com diárias

Sem cumprir o que determina a legislação, os vereadores Chicó Martins, Edvan Pedreiro e a presidente da Câmara torraram R$ 8 mil em diárias para viajarem à capital São Luís durante os dias 30 de outubro e 1º de novembro. O novo valor sem aprovação do plenário do Legislativo aumentado duas vezes em 2019 de R$ 300,00 até chegar em R$ 900,00 e após denúncia do vereador Fernando Filho (PMN), na sessão do último dia 26 de novembro, a presidente apresentou aos demais parlamentares, em reunião fechada em seu gabinete, após encerramento da sessão desta terça (03), um projeto de lei que tenta legalizar o aumento, livrando-a de responder judicialmente pelo ato de improbidade administrativa – o nome bonitinho para desonestidade.

Sem que consigam provar quais benefícios reais trouxe para o desenvolvimento de ações do Legislativo – que é subserviente ao prefeito Erivelton Neves, da Renovação – os vereadores de Carolina usaram R$ 126.467,28, entre 2017 e 2019. No mesmo período a presidente da Câmara Lys Jácome teve direito a R$ 29.980,50 e somente em 2019, seu primeiro ano como presidente, usou R$ 24.547,80 – fora o salário de aproximadamente R$ 7 mil, aumentado de gratificação por ser a presidente. Lys tem ainda o direito de pagar mensalmente o aluguel de uma camionete Toyota Hilux 2012 no valor de R$ 8.300,00 (valor alto demais para veículo já considerado velho no mercado), mais o valor de R$ 3.838,02 para gastar com combustíveis. Dessa forma, a presidente do Legislativo recebe aproximadamente R$ 19.130,00 dos recursos destinados ao Legislativo. LEIA MAIS SOBRE O ASSUNTO – Clique Aqui

O ex-presidente do Legislativo, Edvan Alves Costa, conhecido por Edvan Pedreiro, é outro campeão do recebimento de diárias. O parlamentar recebeu entre 2017 e 2019 o valor de R$ 29.556,92 em diárias, desse valor, R$ 25.223,00 durante seu período como presidente (2017 e 2018). Somados ao valor que sua secretária na época recebia em diárias, o valor passa para R$ 41.788,30 – valores altos para diárias ao valor antigo de R$ 333,66. Edvan Pedreiro usava o mesmo esquema fraudulento para aluguel de veículo e pagamento de combustível.

SEGUNDO AUMENTO! No início do ano, a exemplo do que aconteceu no final do último mês de outubro, o valor das diárias foi aumentado sem que os demais vereadores discutissem o assunto e votassem favoráveis ou contrários. Conforme documento que o CIDADE EM AÇÃO teve acesso, em 1º de janeiro de 2019 a presidente Lys Jácome e o secretário da Mesa Diretora Edvan Pedreiro assinaram a Resolução Nº 02/2019, também sem aprovação do plenário do Legislativo, concedendo o primeiro aumento no valor das diárias este ano. O documento demonstra que os parlamentares recebem dinheiro público até para se deslocarem dentro do município de Carolina. Entre o valor total de R$ 126.467,28, a dupla de parlamentares da base do prefeito recebeu R$ 71.768,80 para supostamente viajar às custas do dinheiro público em apenas três anos.

NAS SOMBRAS! Segundo um dos parlamentares que participou da reunião no gabinete de Lys Jácome, ela não quis fornecer cópias do projeto de lei que tenta aprovar o desvio de recursos públicos. Após a primeira publicação deste artigo, um dos vereadores encaminhou ao CIDADE EM AÇÃO o Projeto de Resolução Nº 08/2019, que lhe foi encaminhado às pressas pela Câmara e que deve ser votado depois do uso dos valores sem aprovação dos vereadores.

VEJA A RELAÇÃO COMPLETA DOS VEREADORES QUE RECEBERAM DIÁRIAS ENTRE 2017 E 2019 – Clique Aqui

BAIXE O PROJETO DE RESOLUÇÃO Nº 08/20129

Texto Atualizado em 04.11.2019 às 13h04min

Categories: CAROLINA