Criação do Departamento Municipal de Trânsito e defesa dos servidores municipais foram as principais pautas

A sessão da Câmara desta terça (16) mais uma vez foi marcada pela participação dos vereadores de oposição, na luta para que o prefeito Erivelton Neves, da Renovação, atenda seus requerimentos de obras e ações para o município de Carolina. Os vereadores Toninho Lund (PSD), Giliard (DEM), Ernesto Nascimento (PRB) e Aldo do Peixe (PSDB) usaram a Tribuna para reforçar solicitações já apresentadas e apresentar outras demandas da população.

Toninho Lund voltou a cobrar o reajuste salarial dos servidores, que deveria ter sido aplicado desde o último mês de janeiro. O parlamentar questionou as razões que levaram ao segundo estouro da Estação de Tratamento de Esgoto da COHAB, que no último domingo (14) não suportou a água das chuvas e transbordou novamente, como ocorreu no início de 2018. Toninho Lund requereu informações do Poder Executivo quanto ao recebimento definitivo da estação e se a Prefeitura de Carolina tem condições técnicas e financeiras para arcar com aquela obra. A estação foi construída pelo CESTE como obra de compensação pelos impactos da Usina de Estreito.

O vereador Giliard (DEM) denunciou mais uma vez as péssimas condições da estrada da região do Bacuri do Lajes. Segundo o vereador, os alunos da região estão a mais de dez dias sem aulas por falta de transporte escolar, que supostamente não está circulando pela região devido às condições ruins da estrada. Giliard também cobrou do CESTE explicações sobre o segundo transbordamento da Estação de Tratamento de Esgoto da COHAB e cobrou ainda explicação do Consórcio sobre a construção de uma estação de esgoto na Beira Rio. Quanto ao projeto de criação do Departamento de Trânsito, Giliard disse que é necessário primeiro um projeto de sinalização de trânsito em Carolina.

Ernesto Nascimento requereu reparos emergências na estrada da região da Terra Vermelha/Sobradinho que está com o tráfego de automóveis bloqueado, passando apenas motocicletas pelo local. O vereador voltou a defender os servidores municipais que estão com salários prejudicados por cortes de direitos, tanto concursados quanto os contratados. Segundo ele valores que foram retirados de servidores para repasse ao INSS não foram repassados pela Prefeitura. Ernesto Nascimento se posicionou a favor do Projeto de Lei que cria o Departamento Municipal de Trânsito, para conforme ele, colocar ordem no tráfego de veículos e pedestre em Carolina. Contudo, Ernesto Nascimento se mostrou preocupado com o poder de arrecadação que será dado ao departamento, citando o caso da iluminação pública aumentada em 222%, mas que tanto a prefeitura quanto a CEMAR se negam a informar os valores arrecadados até o momento com as novas tarifas.

Categories: CAROLINA