População reclama de falta de atendimento enquanto empresa fatura milhões em contratos suspeitos.

O secretário de Saúde Leonardo de Sousa Coelho assinou, em 28 de janeiro, um novo contrato com a empresa COSTA E CIA LTDA, CNPJ nº 17.340.568/0001-54 no valor de R$ 3.366.672,00 (três milhões, trezentos e sessenta e seis mil, seiscentos e setenta e dois reais), para prestação de serviços médicos. Com o novo contrato para o ano de 2020, os valores supostamente gastos com médicos chegam a R$ 9.925.152,00.

É o terceiro ano que a empresa é contratada sem que nenhuma ou quase nenhuma diferença tenha sido sentida pela população, que reclama diariamente da falta de atendimento médico adequado. LEIA MAIS SOBRE ISSO – Clique Aqui

O exemplo mais recente ocorreu no sábado de Carnaval (22). Uma senhora chegou ao Hospital Municipal vomitando sangue. Após a demora para ser atendida, o médico tentou aplicar medicação que provoca alergia na mulher. A família reclamou e acabou sendo intimidada. “Ainda ameaçaram chamar a polícia”, denuncia Daiane Carvalho, filha da paciente. Após idas e vindas ao HMC, a mulher foi levada para a cidade de Araguaína (TO). VEJA VÍDEO ABAIXO.

O EXTRATO DO CONTRATO Nº 004/2020-DC/PMC, publicado no Diário Oficial do Estado do Maranhão, em 31 de janeiro, traz ainda um erro grosseiro provocado pelo copia e cola comum em negócios mal feitos. No início do documento é citada a empresa Costa e Cia. No final é apresentado o nome BUENO E COSTA LTDA, primeiro nome da empresa ao assinar contrato em 2018 com a Secretaria de Saúde de Carolina, antes das alterações realizadas para a assinatura do segundo contrato em 2019.

Categories: CAROLINA