Prefeito Erivelton Neves recebeu mais de R$ 6 milhões para o combate ao novo coronavírus

Após 14 mortes de vítimas do novo coronavírus, com mais de 640 infectados, imagens feitas dentro do Hospital Municipal de Carolina, nesta terça (01), flagram um dos respiradores doados pelo Consórcio Estreito Energia (CESTE) abandonado em uma das alas do HMC. O equipamento que nunca foi utilizado nem a Secretaria de Saúde tem profissionais habilitados para sua utilização em pacientes de casos graves de covid-19.

Fonte do CIDADE EM AÇÃO denuncia que o segundo respirador doado pelo CESTE nunca foi sequer retirado da caixa. Imagens feitas também dentro do HMC denuncia a reutilização de material descartável no enfrentamento ao novo coronavírus. Fotos enviadas ao CIDADE EM AÇÃO mostra aventais de TNT nos varais dos fundos do hospital. VEJA MAIS – Clique Aqui

No final do mês de março e ainda no início da pandemia do coronavírus, o prefeito Erivelton Neves, da Renovação, foi obrigado pela Justiça Trabalho (JT) a destinar R$ 189 mil para o enfrentamento da Covid-19. O valor é resultado de uma ação de execução por após o descumprimento de um termo de ajuste de conduta (TAC). No dia 28 de abril, R$ 2, 5 milhões foram depositados nas contas 0000227218 (R$ 1 milhão) e 0000227218 (R$ 1,5 milhão) do Banco do Brasil, através de emendas parlamentares para custeio da Atenção Básica da Saúde.

Denúncia em vídeo do prefeito da cidade de São Pedro dos Crentes, ‎Lahesio Rodrigues do Bonfim, a Prefeitura de Carolina teria recebido mais de R$ 6 milhões de reais para o combate ao novo coronavírus. VEJA VÍDEO ABAIXO!

VEJA TAMBÉM:

Extrato de pagamento do FNS comprova emendas de R$ 2,5 milhões para Saúde

MPT-MA e Justiça do Trabalho destinam R$ 189 mil e prefeito tem 30 dias para aplicar recursos

Prefeito Lahecio Bonfim, de São Pedro dos Crentes, denuncia valores recebidos pelo prefeito de Carolina | Fonte: Redes Sociais
Categories: CAROLINA