Mais um negócio do prefeito de Carolina que não causa mais surpresa a ninguém

Conhecido como um dos objetos mais distribuídos gratuita e ilegalmente durante campanhas eleitorais, em especial nos rincões do Brasil, o gás de cozinha que tem se mantido com um dos itens mais caros na manutenção doméstica é objeto do Processo Licitatório Nº 001/2022, que supostamente envolve todas as secretarias municipais, inclusive as que não mantém cozinhas em seus departamentos, e que deverá consumir R$ 661.316,00 dos cofres municipais. Diante da quantidade absurda de contratos recheados de irregularidades na gestão do prefeito Erivelton Neves, da Renovação, só haverá surpresas se as empresas de fachada Costa Neto e Bello Monte Empreendimentos não forem as vencedoras da licitação.

O Edital da licitação foi publicado nesta quinta (13.01) e os vencedor deve ser conhecido ou reconhecido já no próximo dia 19 de janeiro.

A desculpa será a merenda escolar. Levando em consideração que 90% das vezes, quando tem é servido biscoito com suco, cuscuz com achocolatado, frango com arroz, charque com arroz, banana e melancia – nunca tudo isso junto, mas quando tem – é muito dinheiro público em contratos de gás GLP, acrescentado o exemplo dado pelo prefeito em 2021, quando a maioria dos alunos da zona rural não frequentou aulas porque não tinha transporte escolar, apesar de existir contrato de transporte escolar.

BAIXE O EDITAL DA LICITAÇÃO:

Categories: CAROLINA ESTADO