Pandemia provoca apreensão e deve reduzir fluxo de turistas na Chapada das Mesas

A divulgação feita pelo secretário de Saúde, Leonardo de Sousa, nesta sexta-feira (20), da existência de um caso suspeito de coronavírus no município de Carolina elevou a preocupação da população e de empresários do setor turísticos. A população ainda necessita de informações e em alguns casos de recursos para se prevenir, tais como acesso ao álcool em gel, entre outras soluções de prevenção. O empresariado temendo uma grande redução do fluxo de turistas têm procurado cumprir as orientações de especialistas e ao que determina o Decreto n.º 35.660, assinado pelo governador Flávio Dino (PCdoB), na segunda (16).

O empresário Cleuber Cunha, do Complexo Turístico Cachoeiras do Itapecuru, disse que antes de decidir pelo fechamento do complexo por quinze dias, podendo ampliar esse período, cumpria as medidas de higienização do ambiente e abordagem de clientes mantendo a orientação técnica de distância entre funcionários e turistas, além da distância de dois metros entre as mesas do local. O empresário diz que o complexo turístico tem sofrido uma redução de 40% no fluxo de turistas tanto pela crise provocada pela pandemia do coronavírus como por força das fortes chuvas que caem na região. “A partir de hoje estamos trabalhando internamente com manutenção do local e na obra de construção do hotel. Demos dez dias de férias para os funcionários”, afirma.

Para o empresário Euberth Moreira, do Lanche Central, o setor pode ter uma redução de 70% no faturamento durante este período. “Estamos seguindo as recomendações do Governo do Estado, com higienização constante do ambiente. O Lanche Central já tem um ambiente arejado, o que é uma das determinações técnicas dos especialistas”, disse. O empresário se mostrou preocupado com a notícia do fechamento por tempo indeterminado de outros estabelecimentos de atendimento ao público. “A ampliação das providências técnicas vai depender do resultado do caso suspeito em Carolina. Podem ter decisões pelo fechamento de mais estabelecimentos caso o caso suspeito seja analisado como positivo”, comenta.

O turismo consolidou Carolina como polo da Chapada das Mesas. O potencial do setor tem transformado o município em referência regional, além de referência econômica para investimentos recentes de novos empreendedores.

Já Complexo Turístico de Pedra Caída emitiu comunicado pelas redes sociais informando o fechamento do empreendimento turístico até o próximo dia 04 de abril. Conforme o comunicado, a decisão tem origem na disseminação rápida do COVID-19 e seguindo orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A Secretaria Municipal de Turismo ainda não se manifestou sobre o assunto.

LEIA ESTUDO ESPECIAL SOBRE O ASSUNTO:

CORONAVÍRUS | Guia para entender o novo coronavírus, que já matou mais de 11.000 pessoas

Tags: