Secretário de Saúde diz que novas medidas podem ser tomadas

Os dias de ontem (28) e hoje (29) foram de comoção entre os carolinenses. A dor dos familiares soma-se à dor de outras sete famílias que também perderam seus parentes durante a pandemia de coronavírus. Apesar de 240 pessoas recuperadas, segundo o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde, existem 145 casos ativos, duas pessoas no Hospital Macrorregional de Imperatriz, cinco pessoas isoladas no Hospital Municipal de Carolina (HMC) e 138 em isolamento domiciliar, além de 252 casos suspeitos, com duas pessoas isoladas também no HMC. O momento de luto serve também para reflexão sobre as atuais e possíveis medidas das autoridades locais no combate à proliferação do vírus no município.

O número de vítimas fatais da covid-19 pode chegar a 12 casos, pois três casos estão aguardando resultado de exames para confirmarem os reais motivos das mortes. Não há mais casos monitorados, pois não existem equipes de trabalho capazes de realizar tal tarefa no estágio de transmissão comunitária do vírus em Carolina, além do elevado número de pessoas, carolinenses ou turistas, que vêm ao município durante o mês de julho.

A abertura de balneários e atrativos turísticos, o retorno da venda de bebidas em bares e a abertura de academias, autorizadas através dos decretos municipais 42, 43 e 44, assinados pelo prefeito Erivelton Neves no último dia 14, revogaram decretos anteriores que previam o fechamento e ou controle das atividades de tais empresas. (VEJA MAIS SOBRE O ASSUNTO – Clique Aqui)

Segundo o secretário de Saúde, Leonardo de Sousa, a população tem deixado de lado os cuidados necessários e em alguns casos podem imaginar que a reabertura de algumas empresas possa significar que tudo foi liberado. “Sobre os casos de mortes mais recentes, não há relação com a abertura autorizada, pois as vítimas foram infectadas antes da assinatura dos decretos”, disse.

Leonardo de Sousa disse ainda que participará de reunião com sua equipe de trabalho nesta quinta (30) para reavaliar os resultados da abertura de empresas em comparação com os resultados dos casos ativos e suspeitos no município de Carolina. O secretário não descartou a adoção de novas medidas restritivas seguidas de mais tentativas de conscientizar a população do perigo do atual estágio de contaminação em Carolina.

Categories: CAROLINA