Prefeito Erivelton Neves é réu em ação da Justiça Federal por fraude no transporte escolar

Com objetivo de contratar empresa para prestação de serviços de transporte escolar para a rede municipal de Educação, a Prefeitura de Carolina abriu o processo licitatório nº 021/2021. O valor da contratação deve alcançar R$ 3.442.955,60, com data prevista para sessão pública ou recebimento das propostas no próximo dia 03 de agosto. O Aviso de Licitação foi publicado no Diário Oficial do Maranhão – Edição 136/2021, no último dia 21 de julho.

Pelo histórico de contratos da gestão do prefeito médico Erivelton Neves, da Renovação, duas empresas são fortes suspeitas para vencer o processo licitatório – salvo mudança extraordinária no jeito de administrar do grupo que comanda a Prefeitura de Carolina. As empresas Costa Neto Construções CNPJ nº 02.772.763/0001-86, a G.C.S. Equipamentos e Construções CNPJ nº 08.463.169/0001-90, a M&R Serviços e Locações CNPJ nº 26.038.767/0001-01 e a R2S Construções e Locações CNPJ nº 08.463.169/0001-90, devem vencer facilmente a disputa – a exemplo de vezes anteriores.

FRAUDE. O prefeito Erivelton Neves é réu na Justiça Federal acusado de fraude em licitação do transporte escolar. O juiz federal Victor Curado Pereira, da Vara Federal Cível e Criminal de Balsas, aceitou denúncia contra o prefeito de Carolina, Erivelton Teixeira Neves (PL), em ação de improbidade administrativa. Se condenado, o gestor pode perder os direitos políticos.

A ação judicial foi proposta pelo MPF (Ministério Público Federal) após fiscalização in loco no transporte escolar em ação conjunta de força-tarefa formada pelo órgão, TCE (Tribunal de Contas do Estado), Ministério Público do Maranhão, CGU (Controladoria-Geral da União), Ministério Público de Contas e TCU (Tribunal de Contas da União).

O contrato das empresas de transporte escolar deve ser assinado pelo vice-prefeito e secretário de Educação Ésio Lobá.

BAIXE OS DOCUMENTOS DA LICITAÇÃO DO TRANSPORTE ESCOLAR:

Categories: CAROLINA