Linha de crédito também para ampliação de leitos emergenciais

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançou neste domingo (29) uma nova linha de R$ 2 bilhões voltada à compra de materiais e equipamentos hospitalares e à ampliação do número de leitos emergenciais para a rede de saúde, em mais uma medida para tentar minimizar os impactos do coronavírus na economia.

Empresas de outros setores que buscam converter suas produções em equipamentos e insumos para saúde também poderão contratar esse crédito.

A estimativa do BNDES é de que os recursos sejam suficientes para ampliar a quantidade de leitos de UTIs em 3 mil, o equivalente a mais de 10% da disponibilidade atual de leitos do SUS no país. Já o número de respiradores pulmonares deverá aumentar em 15 mil, o correspondente a 50% da demanda total do SUS prevista para os próximos três meses, segundo o banco. O BNDES calcula ainda que o número de monitores aumentarão em 5 mil e que o número de máscaras cirúrgicas deverá aumentar em 88 milhões.

“O objetivo é combater a crise e fomentar o SUS e as empresas com os equipamentos necessários”, disse o presidente do BNDES, Gustavo Montezano, em live no Youtube.

Com a nova linha, chega a R$ 97 bilhões o volume de recursos mobilizados em medidas de combate ao coronavírus pelo banco de fomento. 

LEIA TEXTO COMPLETO NA CNN BRASIL – Clique Aqui

Categories: BRASIL